Roteiro: Uruguai – Minha primeira viagem internacional


junho 27, 2017 – 0 Comentários

montevideo

Oi tudo bem? eu espero que sim! Não preciso dizer e nem intitular este post onde posso resumir tudo apenas em uma só frase: “Sim, eu estou de volta ao blog!”. Depois de alguns meses longe e por probleminhas de transferência do domínio que deixaram o blog fora do ar nos últimos 10 dias, enfim consegui voltar a postar. Felizmente já passou a fase do último post da falta de tempo e de criatividade eu to bem empolgada e com novidades para posts e vídeos, então eu pretendo ir postando e contando tudo por aqui aos poucos, ok? Vamos ao primeira novidade que diz até mesmo no título deste post que é  “Roteiro da minha primeira viagem internacional”.

Daqui exatos 10 dias, eu estarei já em solo Uruguaio e eu pretendo fazer mas posts sobre mas detalhes desta viagem  depois. Então essa foi minha primeira experiência fazendo roteiro já começo dizendo q confessando que não é uma coisa fácil tão viu, basicamente resume a: “já sei o que eu quero fazer”, “o que eu faço primeiro” e “como vou distribuir isso durante os dias”.

Irei embarcar dia 06/07 chegando lá meia noite de sexta dia 07, e retorno sábado dia 15/07, vou ficar em Montevidéu, vou fazer curso de espanhol, fazer tour para Punta del Este e vou querer explorar muito bem a cidade pois terei 8 dias completos de viagem, agora vamos ao roteiro dia por dia.

viagem uruguai

1º Dia 07/07: Free Walking Tour + Conhecer a escola de espanhol

Separei para o primeiro dia o Free Walking Tour, onde vou conhecer os principais pontos turísticos no centro de Montevidéu, tem saídas de segunda e sexta dois horários e sábado um só, o bom do Free Walking Tour (site) um passeio que você andando conhece toda a parte histórica do centro da cidade, quase todos os dias vejo as pessoas fazendo pelo centro de São Paulo, e farei por lá para já conhecer os lugares e me situar onde estou na cidade. Vou aproveitar o dia para caminhar bastante ver os restaurantes que marquei no meu TripAdvisor que aliás fiz este mesmo roteiro fiz no app da Trip, e também vou aproveitar e ir no endereço da escola de espanhol que eu irei fazer.

2º Dia 08/07: Mirador de la Intendência + Espacio de Arte Contemporânea + Mercado Agrícola Montevideo

Agora para o segundo dia vou visitar Montevidéu de cima pelo mirante da cidade, vou ir em um novo museu que tem na cidade que foi construído em uma antiga prisão e outro mercado grande da cidade o Mercado Agrícola, o Mercado del Puerto está incluso no passeio do Free Walking no dia anterior.

3º Dia 09/07: Tour Punta Del Este do Brasileiros no Uruguai

Decidi no domingo ir conhecer Punta Del Este, o passeio oferecido pelo site do Brasileiros no Uruguai, que também passa pela cidade de Piriápolis, ansiosa para o passeio deste dia onde dura o dia inteiro do dia 08h30 da manhã até as 18h30.

4º Dia 10/07: 1ºdia de aula + Parque Rodo + Letrero de Montevideo

Segunda dia 10 é o meu primeiro dia de aula vou fazer os passeios pela cidade após minhas aulas, então no primeiro dia decidi ir até o parque mais conhecido da cidade e claro ir tirar fotos no letreiro da cidade.

5º Dia 11/07:  2º dia de aula + Museo do futebol + Estadio Centenário

Um dos passeios mais aguardados com certeza conhecer esse estádio e sinceramente eu adoro o Museu do Futebol aqui de São Paulo, quero ver muito como é em outro país.

6º Dia 12/07: 3º dia de aula + Jardin Botânico e El Rosedal + Museo Bellas Artes + Jardim Japones

Conhecer mais um parque inclui um parque que parece tão lindo pelas fotos, e inclui no pacote o Museo Bellas Artes que tem o Jardim Japonês.

7º Dia 13/07: 4º dia de aula + ainda não sei!

Gente não sei o que fazer, pretendo mudar isso em breve.

8º Dia 14/07: 5º e último dia de aula + dia livre

Deixei o último dia de aula um dia livre, provavelmente caminharei pelo centro da cidade e lugares ao redor do hotel, meu voo de volta é 5 da manhã dia 15, pretendo arrumar as malas e dormir antes do check-out.

Bom esse meu roteiro de viagem para minha primeira viagem internacional, espero que não mude muito, vou contar muito mais da viagem em post e com certeza vai rolar algum vídeo sobre alguma coisa da viagem também.

Vocês já foram para o Uruguai? Se sim me conta nos comentários lugares legais para poder visitar! Vou amar saber!

Beijos da Cih 🙂


Os 3 melhores sites de viagem Made in Brazil


dezembro 12, 2016 – 4 Comentários

Chega final de ano qual é a coisa que todo mundo pensa? Se você respondeu viajar acertou em cheio! Independente qual seja o tipo de viagem que você vai ou está pensando em fazer nesse final de ano ou em 2017. Eu separei os três sites de utilidade pública para você encontrar o destino que deseja por baixo custo, quando custa diariamente uma viagem pro destino no qual deseja ir e o melhor lugar para encontrar passagens aéreas!  Clique em leia mais e saiba quais são!

Continue lendo aqui


Como foi minha viagem para Gramado e Canela


junho 06, 2016 – 6 Comentários

gramado-serragauchaFinalmente tirei a poeira aqui do blog e estou após um mês do último post de novo que já faz um mês, mas eu vou explicar esse motivo de ter ficado um mês longe daqui nesste post agora, pois eu fiz uma viagem para Gramado e Canela, por conta de evento da empresa no qual eu trabalho organizou um Congresso e Premiação (ou seja dois eventos em um) na cidade de Canela, foi uma viagem muito mais muito trabalho e pouco tempo de lazer, e por conta disso nessas últimas semanas, pré viagem com muitas coisas para serem preparadas antes do evento, e ter trabalhado por 10 dias seguidos e em muitos ter dormido cinco horas por dia, e por conta disso eu fiquei meio off das redes sociais, só quis descansar no último feriadão e agora sim estou de volta e por aqui no blog.  E o post de hoje vai ser é só mesmo para resumir o que aconteceu na minha viagem, que afinal fui para passear e sim trabalhar.

Sempre quis conhecer a Serra Gauchá (pretendo voltar em breve) eu embarquei para o Rio Grande do Sul dia 18/05 pelo Aeroporto de Congonhas, assim quando cheguei as pessoas que trabalham comigo e já estavam lá nos aguardava para almoçar, e logo após ter almoçado, fui em um lugar chamado Origem do Cacau, tomar um chocolate quente e a noite para comer um risotto e comer essa torta maravilhosa de chocolate.

gramado-serragaucha2gramado-serragaucha10

Neste mesmo dia a noite foi o dia pré-evento e como fiquei hospedada em um hotel em Canela, fizemos uma visita a famosa Catedral de Pedra, uma das igrejas mais bonitas (por fora) que eu já vi.

gramado-serragaucha11

No dia seguinte (19/05) teve o início do Congresso, que ocorreu no Hotel Laje de Pedra no qual eu também fiquei hospedada e é um bom hotel, mas ele é pouco distante dos demais, mas mesmo assim tem uma excelente estrutura com piscina aquecida, lareira linda, e claro o hotel o mais incrível o hotel tem a vista para o Mirante Laje de Pedra.

gramado-serragaucha4 gramado-serragaucha3 gramado-serragaucha5gramado-serragaucha12

O evento foi bem cansativo e uma parte de lazer de fato foi na parte do City Tour incluso na lista de coisas para fazer dentro do Congresso, e neste momento pude conhecer algumas lojas locais de sapatos e itens de turísticos e a famoso Reino do Chocolate da Caracol Chocolates, no qual lá você pode fazer o seu próprio chocolate e conhecer um pouco mais sobre a história deste doce maravilhoso.

gramado-serragaucha6gramado-serragaucha8 gramado-serragaucha9

E essa foi minha viagem para Gramado e Canela, o post foi bem curtinho porque justamente 95% do tempo por lá passei no hotel por conta do evento, mas importante dizer que o esse mês de Maio é um mês muito frio lá nas duas cidades, quaisquer chuvinha ou tempo já fica com neblina e cinza, mas a cidade é tão linda que nem importa mesmo.

gramado-serragaucha7

Estou apaixonada pelo Sul, pretendo voltar quanto antes para a Serra, visitar Porto Alegre também! E vocês, já foram para Gramado/Canela? Me contem pelos comentários!

Beijos da Cih 🙂


Sonha em morar nos EUA? Elas dizem como é!


maio 04, 2016 – 6 Comentários

Sonha em morar nos EUA

Finalmente um post que eu não via a hora de publicar aqui para vocês está no ar! Vamos lá, eu convidei duas colegas minhas que fizeram faculdade comigo e estão morando nos Estados Unidos, para contar como é morar no país. Eu elaborei algumas perguntas para elas que elas pudessem contar com mais detalhes tudo o que você sempre quis saber sobre morar nos EUA, e de ser ou de como ser Au Pair no país!

Então se você é uma pessoa que sempre sonhou em ir morar nos Estados Unidos ou ser Au Pair, te convido a conhecer a:

Suellen que tem 23 anos que está morando em Denver no Colorado.

morareuaeaupair-2

Gabi que tem 27 anos e que está morando em Seattle em Washington.

morareuaeaupair-9

Porque EUA? Sempre gostou do país, me conte um pouco da sua relação com o país!

Suellen –  Por mais estranho que possa soar, eu amo os Estados Unidos desde criança. A vida inteira eu disse aos meus pais que eu gostaria de morar aqui. Eu nunca me senti brasileira, e foi muito difícil para eu entender isso.

Quase todos os meus amigos, e inclusive os meus pais achavam que era loucura, que era algo passageiro. “Como assim você não gosta do Brasil? Por que amar tanto um país que não é o seu? Isso é fogo de palha, quando for pra lá você irá perceber que não é tudo isso”.

Ouvir todos esses comentários me confundia ainda mais, comecei a achar que realmente eu não poderia me sentir tão mal em meu próprio país. Cada vez que alguém me perguntava se eu gostaria de morar em outro país, era difícil responder apenas sim, eu queria dizer como eu me sentia de verdade.

Somente quando vim para os Estados Unidos pela primeira vez (e sozinha), pude me encontrar, me descobrir. Entendi que podemos sim nos sentir completos em um outro país e que podemos sim correr atrás dos nossos sonhos, mesmo que nos julguem como malucos. O que importa de verdade é ser feliz, e o que conta não é aonde você nasceu, mas sim aonde o seu coração pertence!

Após esta viagem, meus pais perceberam que não era algo passageiro, que isso é a minha essência, é quem eu sou. Isso foi o suficiente para eu dar início ao meu sonho. Hoje conheço muitas pessoas como eu, que são felizes em um outro país.

morareuaeaupair-7

Gabi  –  Na verdade foi tudo de repente e por acaso rs. Ano passado, já pensava em fazer algo no exterior, logo, pensei no Japão, por ser descendente, etc, mas ficou só na ideia.

Foi quando em Novembro/15, uma amiga que estava aqui nos EUA, como Au Pair, me mandou mensagem falando que precisava voltar para o Brasil em Fevereiro/16 e queria indicar alguém para ficar no lugar dela para cuidar das crianças e perguntou se eu não tinha interesse. Confesso que não conhecia o programa (só baby sitting), mas pesquisei sobre, analisei bem e fizemos alguns Skypes para esclarecer tudo! Então pensei: “Por que não EUA?!”; rs e comecei a correr atrás das coisas para vir pra cá.

Eu não era a apaixonada, pelo país rs, claro que sempre achei lindo e fantástico tudo que sai daqui da Terra do Tio Sam (filmes, produtos, séries..) e aqui, onde estou, está me conquistando a cada saída que dou pelas ruas e avenidas de Seattle.

 

Já havia viajado antes para os EUA? Para quais cidades onde foi, conte um pouco da sua experiência!

Suellen – Sim, eu já tinha vindo duas vezes aos Estados Unidos durante as minhas férias. Vim sozinha no final de 2014 e no final de 2015.

Foi a melhor experiência da minha vida! Realizei o meu primeiro grande sonho que era ir para Orlando, conhecer a Disney. Nas duas viagens fiquei 18 dias. Fui em 10 parques, museus, roda gigante, estilingue humano, nadei com golfinhos e muito mais.

Além de realizar sonhos, descobri que é muito legal viajar sozinha e que as vezes a melhor companhia somos nós mesmos. Fiz novos amigos, tirei milhões de fotos, fui à todos os lugares que sempre sonhei e tenho histórias para a vida toda.

 

Gabi – Não, esta é a primeira vez.

 

Esta nos EUA para: estudo, trabalho ou ambos? Me conte um pouco a quanto tempo já está no país e seus planos durante a sua estádia no país.

Suellen – Estou nos Estados Unidos como Au Pair. O meu visto é de trabalho e estudo. Eu moro com uma família americana que é incrível.

Eu cuido das crianças em horários pré estabelecidos, não pago nenhuma conta, recebo um salário e bolsa de estudo. Sou muito feliz aqui, porque me sinto como parte da família.

Estou aqui há quase quatro meses e já vivi muitas coisas incríveis neste período. Os planos são tantos, que é difícil descrever. Eu pretendo viajar bastante, conhecer o máximo de lugares possível.

morareuaeaupair-14

Gabi – Estou aqui há 2 meses e por enquanto o foco é aprender o inglês mesmo. Tenho que escolher entre ficar apenas 6 meses ou mais. No momento estou fazendo o curso ESL (English as a Second Language) e trabalhando como Au Pair / Nanny live-in.

 

Viajar por Au Pair, compensa? Me conte um como é o seu trabalho, quantas crianças está cuidando, a sua hostfamily, pagamento, férias, folgas e etc.

morareuaeaupair-4Suellen – Fazer intercâmbio é uma experiência inexplicável, ainda mais como au pair. Nós amadurecemos muito rápido, ampliamos a nossa visão sobre o mundo e sobre a vida, temos a oportunidade de conhecer novas culturas, novas pessoas e novos lugares. Sendo au pair eu pude conhecer pessoas do mundo inteiro, sem exageros. Gente da Eslováquia, Suíça, Alemanhã, México, Colombia, Espanha, Itália, Tunísia , República Tcheca.

Trabalhar com crianças é maravilhoso, elas são sinceras e espontâneas. Diferente do que muitas pessoas pensam, ser au pair é um trabalho bem difícil.

Você tem que estar sempre alegre e disposta, precisa ser muito paciênte e precisa aprender a relevar muita coisa. Como todo tipo de trabalho, tem seus altos e baixos, mas eu posso garantir que os “altos” fazem tudo valer a pena.

A minha host family é o pai, a mãe e três kids (todas meninas, 5 anos, 4 anos e uma bebê de algumas semanas). A mãe fica em casa, e nós trabalhamos como uma equipe. Muitas meninas acham que é horrível ter host mom em casa. Eu gosto muito de ter ela aqui todos os dias e isso não me atrapalha em nada, minha experiência está sendo maravilhosa.

Eu recebo o meu salário semanalmente. De acordo com a lei, devemos receber U$ 195,75, mas a minha família arredonda para duzentos. Toda au pair tem direito à duas semanas de férias remuneradas. Eu ainda estou planejando as minhas férias, mas pretendo tirar em duas etapas. Tenho um dia e meio off por semana, e um final de semana por mês. Eles são bem flexíveis e geralmente eu posso escolher quando quero ficar off.

 

Gabi –  O meu caso foi um pouco diferente, pois, vim sem agência. Ou seja, não tenho vínculo com agências de Au Pair, para isso tem sites específicos para procurar a família quando você opta em vir sem agência. No caso, muitas pessoas falam que, quem vem sem agência, não é Au Pair, é Nanny live-in, mas, o trabalho é o mesmo, então, particularmente não me importo de falar Au Pair ou Nanny rs.

Eu cuido de 2 meninos, 4 e 5 anos de idade, na casa mora só o pai das crianças (divorciado). Antes de decidir vir, conversei muito com minha amiga sobre isso, pois, uma menina indo morar na casa de pai divorciado, pode soar estranho para alguns. Mas, ter Au Pair, Nanny ou Baby sitting aqui nos Estados Unidos é muito, muito comum e minha amiga estava aqui há algum tempo já, então vim tranquila. Ele é super de boa, quando precisa falar algo, é direto e reto (acho que isso é de Americano rs), mas se preciso de alguma coisa ele me ajuda também. Ainda estou tentando definir o jeito americano de ser rs.

Referente à rotina, as crianças revezam entre a casa do pai e da mãe, quando estão aqui, brinco com eles, levo ao parque que tem perto de casa, jogo video- game, dou as refeições e quando o pai pede, coloco para dormir, mas é de vez em quando. Quando não estão aqui, arrumo o playroom (sala de brinquedos), o quarto deles e como é pai solteiro, faço a comida dele também, isso já foi avisado antes pela minha amiga. O pagamento é semanal e minha folga é aos domingos, mas como as crianças não ficam aqui todos os dias, se eu quiser fazer algo na semana, é só avisar o pai delas com antecedência, ele é bem flexível, o que ajuda algumas vezes, mas também eles são do tipo se você der uma mão, ele vai querer o braço até o pescoço rs.

Como eu vim sem agência, as férias são acordadas entre você e a família, vai depender da flexibilidade Se você tem paciência com crianças e tem a mente aberta, eu acho que compensa fazer este tipo de intercâmbio sim. Você vai ter a oportunidade de viver a cultura deles e os Plus de aprender uma nova língua e poder viajar para outros lugares nas suas férias.

Obs: Quem escolhe vir sem agência, precisa deixar tudo bem claro entre você e a família. Existem casos e casos, tudo depende da confiança de um com o outro.

 

Já que estão morando no país me fale um pouco escolheu este destino!

Suellen – Sendo au pair você não escolhe o destino, você escolhe a família. As agências aconselham que você não exclua uma família só por causa da região onde eles moram.

Eu tive muita sorte, porque vim exatamente para onde eu mais queria. Eu amo o Colorado por causa de toda a natureza e lugares incríveis. Sem contar que morando em Denver, você consegue ter muita natureza e ao mesmo tempo todas as facilidades de uma cidade grande.

 

Gabi –  Não respondeu está pergunta! :s

O que tem de mais legal e diferente na cidade que está morando?

morareuaeaupair-8

Suellen –  Eu amo as montanhas e toda a natureza que tem aqui. É maravilhoso passar o dia visitando lugares surreais que até então eu só havia visto em filmes e fotos. Em contrapartida, Downtown Denver é o point para aqueles que querem se divertir, ir à bares e baladas e conhecer todos os tipos de restaurantes.

No geral, as pessoas aqui são muito saudáveis e ativas. Ela adoram todos os tipos de esporte e adoram a vida nas montanhas. É energizante viver rodeada deste tipo de pessoas. A alegria é constante, aonde quer que você vá as pessoas estão animadas, são educadas e receptivas. Isso me surpreendeu muito, ainda mais por aqui não ser um lugar tão turístico quanto outros pontos dos Estados Unidos.

 

Gabi –  Seattle é muito conhecida pela sua arquitetura, clima chuvoso no inverno e os pontos principais, pelo nascimento do movimento Grunge que foi aqui na década de 80 (o guitarrista Jimi Hendrix e algumas bandas como Nirvana, Foo Fighters, Alice in Chains, Pearl Jam, entre outras, surgiram de Seattle 🙂 ) e lugares que foram cenários de filmes e seriados (10 coisas que odeio em você, Grey’s Anatomy, algumas cenas de Crepúsculo, 50 tons de cinza…tem uma lista grande rs).

Seattle é muito famosa também pelo comércio, artes e tecnologia, a sede da Microsoft fica aqui, o Bill Gates reside aqui e tem também o escritório da Google.

Estou na cidade há pouco tempo, mas o pouco que andei por Downtown Seattle já me encantei! Tem um estilo meio moderno, meio Underground e as pessoas são bem receptivas! Como tenho que ir de ônibus para lá, fui 2 ou 3 vezes, mas com certeza andar por aquelas ruas será o meu refúgio rs! Bom, vou listar abaixo os lugares que já fui e tentar contar um pouco sobre cada um.

morareuaeaupair-10

The Gum Wall

Sim, como o nome já diz, “O muro de chicletes”. Todos que passam por ali deixam sua goma de mascar como registro de passei por aqui e deixei um chiclete. Quando estávamos lá, uma amiga contou que havia pouco tempo que tinham lavado o muro e já esta lotado novamente rs. Não sei quem começou esta ideia (vou pesquisar), mas, fica a dica para quem vier para estes lados.

Obs: Essa rua tem cheiro de menta, será fácil de encontrar hahaha.

morareuaeaupair-11

Public Market Center

Sabe o Mercado Municipal de São Paulo? (Mercadão), então, é tipo ele só que parece ser num calçadão coberto. Lá você encontra frutas, verduras, peixes, tudo do mais comum até os mais esquisitos e artesanatos também, que inclusive são lindos! Adoro andar por lá, quero voltar em breve para conseguir tirar mais fotos, pois, da primeira vez o tempo não ajudou (é o clima chuvoso no inverno) e da última vez minha câmera estava com pouca bateria, então, tenho poucos registros.

morareuaeaupair-12

EMP Museum – Experience Music Project Museum

Este lugar é incrível e com certeza será um dos meus favoritos aqui em Seattle. Lá, concentra-se exposições musicais, artistísticas e científicas. Sempre tem alguma programação diferente, mas uma que é famosa e eles mantém, é a da banda Nirvana, com objetos pessoais, pôsteres, vídeos e história da banda. Até maio terá exposição da Hello Kitty.

A parte de ficção cientifica me chamou bastante atenção também, a exposição conta com objetos, figurinos de filmes com: “Alien Vs Predador”, “Marte ataca!”, “Godzilla”;, entre outros.

morareuaeaupair-13

The Public Library

Essa é a biblioteca central de Seattle. Muito famosa entre os professores e estudantes de arquitetura. Como meu primo faz curso de arquitetura e me falou dela, fui lá conferir e claro, adorei! São 10 andares que tem acesso por escada rolante ou elevadores. O silêncio lá dentro da medo de fazer qualquer barulho que seja para não atrapalhar quem lê ou utiliza os computadores.

Obs: Pode pegar livro emprestado e levar para casa :).

Lugares que a Gabi ainda quer conhecer:

– Chihuly garden and glass (museu do vidro)

– Space Needle (obelisco espacial)

– Casa do Kurt Cobain

– Túmulo do Jimi Hendrix

– Pacific Scienc Center

– Seattle Asian Art Museum

– Boeing Tour

 

Qual experiência mais legal que viveu por enquanto?

morareuaeaupair-5

Suellen –  Para mim, esquiar foi inexplicável. Eu sempre sonhei em esquiar e desde de a primeira vez pude perceber que essa era uma paixão que estava guardada em meu coração. Gostei tanto, que já tenho os meus próprios esquis e botas! rs

 

Gabi – Como recém-chegada ainda, por enquanto, minha experiência foi durante a viagem para cá. Você pensa que consegue falar um “Hi! Can you help me?”; Bonitinho e na hora sai um desastre, por que você ta nervosa, aí a pessoa responde e você percebe que o inglês é mais difícil do que se imagina e não sabe se ri ou se chora e se perde no meio dos aeroportos, um com metrô subterrâneo dentro, outro que é um labirinto e fica com frio na barriga de medo de perder o voo e nunca mais se encontrar na vida hahaha mas no final da tudo certo!! Uma experiência legal e engraçada.

 

Pretende fazer outras viagens durante o seu intercâmbio nos EUA? Se sim diga quais lugares pretende ir!

Suellen – Claro! Gostaria de poder viajar os Estados Unidos inteiro. Algumas das minhas prioridades são Los Angeles, Las Vegas, São Francisco, Santa Barbara, Santa Monica, Chicago, Seattle, South Dakota, Nova York (eu fui para lá quando vim como au pair, mas quero voltar com calma). A lista é imensa, mas esses são alguns dos lugares. Rs

 

Gabi –  Pretendo sim! Mas, como ainda não sei se vou ficar 6 meses ou 1 ano, por enquanto quero muito conhecer a Califórnia e ver de perto a ponte Golden Gate Bridge. Se eu ficar mais, incluo os outros destinos.

 

O que pode dizer para quem pensa em viajar, morar, ou fazer intercâmbio para o país quais as principais dicas que você dá!

morareuaeaupair-3

Suellen – Corra atrás dos seus sonhos e siga o seu coração. Qualquer tipo de viagem é enriquecedora. Para mim, vale muito mais conhecer um novo lugar e ter histórias, do que comprar coisas. Viajar é o tipo de coisa que nunca, ninguém poderá tirar de você. Sem contar que nunca será algo “velho”, ou se tornará algo “inútil” como bens materiais se tornam. Mesmo as viagens mais simples, ou aquelas em que tudo dá errado, são histórias para contar, se tornam parte da sua essência.

Viaje! Viaje com sua família, viaje com os seus amigos, mas também viaje sozinho ao menos uma vez em sua vida. Viaje para perto, para longe, viaje sem rumo. Viaje por uma noite ou por um mês. Viaje para realizar o sonho da sua vida, mas também viaje para lugares que nunca pensou em ir, talvez estes se tornem os melhores roteiros. Economize durante um ano inteiro para que você possa viajar com muito dinheiro, e para que possa comprar tudo que tiver vontade. Também viaje com o dinheiro contado, de forma que um chiclete irá prejudicar o seu orçamento. Viaje de carro, de avião, de navio, de todas as formas que puder. Viaje para se perder, mas principalmente para se encontrar!

 

morareuaeaupair

Gabi –  Se você está na dúvida para onde vai, se vai sozinha ou acompanhada, só digo uma coisa: VAI! rs

É claro que tem que se planejar, ter o pé no chão e ter em mente que nem todos os dias serão flores, mas isso não é aqui, nem no nosso país de origem, certo? Acho que não tem experiência melhor do que poder viajar, conhecer outra cultura, conhecer pessoas novas, passar perrengues e só ter você e os deuses para te ajudar e no final você pensar “Ufa! Sobrevivi!”;, aprender o auto-conhecimento.

Eu to começando a experiência agora, mas apesar da saudade da família, dos amigos e das minhas coisas no Brasil, tudo já está valendo a pena e o apoio de todos me ajudou muito. O importante é ter histórias pra contar para eles quando voltar.

Muitas mulheres tem medo de viajar sozinha, ficam inseguras. Mas, ao mesmo tempo que tem pessoas de má fé no mundo, tem as que fazem o bem e te ajudam, não importa se é aqui nos EUA ou no Brasil, por enquanto aqui, só tenho conhecido pessoas amigas.

Outra coisa, os doces aqui são muuuito bons e baratos! E em todos os restaurantes tem refil de suco, refri e se der sorte tem refil de batata frita também!! Rsrs

Então, venha e enjoy it!

 

Se quiser saber um pouco mais sobre a vida de AuPair e as coisas que a Suellen, convido a conhecer o canal dela no Youtube e acompanhas o ela vive lá em Denver!

Agora eu quero saber no comentários o que acharam deste post? O que mais gostariam de saber? Se querem uma parte II?

 

Beijos da Cih 🙂


Páginas123
Me segue no Instagram: @nemrocknemroll

Publicidade


Nem Rock Nem Roll • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por