Assista: Porco Rosso


maio 19, 2014 – 2 Comentários

No começo desta semana assisti mais um filme do Studio Ghibli para indicar para vocês que é o Porco Rosso, um filme sobre aviação do grande diretor Hayao Miyazaki.

Quer saber um pouco mais sobre esse filme? É só continuar lendo esse post.

Dados do Filme:


Título: Porco Rosso – O Último Heroi Romântico
Diretor: Hayao Miyazaki
Ano: 1992
Sinopse: Marco Porcellino (Moriyama), mais conhecido por Porco Rosso, é um caçador de prêmios que luta contra piratas aéreos, durante a Segunda Guerra Mundial. Cansados de serem caçados por Rosso, os piratas se unem e contratam um americano para duelar com ele. via Cineplayers.

Desde o último post que fiz sobre o filme Ponyo eu já assisti outros filmes do diretor, e fui assistir o Vidas Ao Vento no cinema. Eu a cada novo filme assistido mas aguardem o futuro post que irei contar sobre o que achei de todos os filmes do Studio Ghibli.

Porco Rosso tem como tema de aviação da Segunda Guerra mundial, com um bom enredo o Porcellino faz umas piadas super legais e inteligentes as melhores são as de duplo sentido que ele faz por ser um porco, tem um toque de romance com a cantora Gina que é apaixonada por ele e por qual todos os homens se apaixonam por ela.

Durante o filme ganha como destaque a personagem Fio, que trabalha com seu avô numa empresa que constrói aviões, ela é inteligente, esperta e adora novos desafios e com uma doçura como todas as jovens comuns do filmes do diretor, sei que pode ser um spoiler dos grandes mas o filme termina com aquela expectativa por um quero mais e o que acontece depois da última cena, foi o segundo filme do diretor que me deixou com essa sensação o outro foi “A Viagem de Chihiro”.

Eu não assisti todos os filmes do diretor mas esse é um enredo mais fraco do diretor, mais não deixa de ser um ótimo filme, é bem diferente dos outros filmes do diretor por ser um tanto mais adulto (tirando claro o Vidas ao Vento que também é sobre aviões e mais adulto). Eu recomendo como todos os outros que já assisti do Studio Ghibli.

Mal vejo a hora de fazer o post contando sobre todos os filmes desse famoso estúdio japonês, mas não deixem de assistir Porco Rosso uma ótimo filme começo dos anos 90.

Beijos ♥


Playlist: (500) Days of Summer


abril 23, 2014 – 4 Comentários

Eu sou daquelas pessoas que quando  se apaixona pelo filme se apaixona também pela trilha sonora dele. Isso que aconteceu com o (500) Days of Summer, em novembro respondi a Tag: 20 Filmes Preferidos e é claro que ele esteve presente.

O filme me dá uma mistura de sentimentos, me faz rir e chorar e sempre um novo significado quando assisto, em falar em assistir já o vi mais de 20 vezes, e sempre que eu assisto me lembro que eu tenho que ouvir Belle & Sebastian (pesquisando músicas agora), e fico triste em saber que não a música deles na trilha sonora. Mas conta com nada mais nada menos que The Smiths, Regina Spector, The Temper Trap (nunca vou esquecer ouvindo ao vivo essa música no Lolla de 2013), Feist e muito mais.

Agora é só dar o Play e ouvir a playlist com a trilha sonora do filme.

(500) Days of Summer by Cinthya Araújo de Barros on Grooveshark

Beijos ♥


Assista: Ponyo – Uma amizade que veio do mar


fevereiro 17, 2014 – 12 Comentários
{fonte}

Desde o mês passado eu decidi assistir Meu Vizinho Totoro” e desde então eu ando assistindo alguns filmes do famoso Studio Ghibli, eles não podiam passar despercebidos por aqui no blog e a dica de filme do mês é o filme Ponyo – Uma amizade que veio do mar , quer saber mais sobre esse filme? É só continuar vendo esse post.


Dados do Filme:


Titulo: Ponyo – Uma amizade que veio do mar (nome Brasil)
Diretor: Hayao Miyazaki
Ano: 2008
Sinopse: Sosuke (Hiroki Doi) é um garoto de cinco anos que mora em um penhasco, com vista para o Mar Interior. Um dia, ao brincar na praia, encontra Ponyo (Yuria Nara), uma peixinho dourado cuja cabeça está presa em um pote de geleia. Ele salva a peixinho e a coloca em um balde verde. Trata-se de amor à primeira vista, já que Sosuke promete que irá cuidar dela. Só que Fujimoto (Jôji Tokoro), que um dia foi humano e hoje é feiticeiro no fundo do mar, exige que Ponyo retorne às profundezas do oceano. Para ficar ao lado de Sosuke, Ponyo toma a decisão de tornar-se humana. via Adoro Cinema

Antes de falar sobre o filme vou contar um pouco sobre o Studio Ghibli, é um famoso estúdio japonês fundado em 1985 mas produzem animações desde 1986, com 20 filmes produzidos.
Eu nunca fui fã de anime, mas por incrível que pareça estou gostando demais dos filmes em anime que assisti (já assistidos O Meu Vizinho Totoro, O Castelo Animado e A Viagem de Chiriro), Ponyo com certeza foi o melhor que assisti até agora (deve ser porque gosto tanto de esses filmes de animação que falam do fundo do fundo mar como A Pequena Sereia e Procurando Nemo).
{fonte}

Ponyo é um filme infantil que inspirada na A Pequena Sereia e de uma antiga lenda japonesa que conta a história do garotinho Sosuke que decidiu ir até ao mar, brincar com seu barquinho porém  no mar, mas sabia que teria uma peixe dourado que sonhava em ser humana. A Ponyo a peixinha que vira humano é uma personagem envolvente é totalmente madura e possui grande inteligencia, e é doce como criança, quando descobre como se faz coisas simples. Eu adorei as senhoras da casa de repouso que a mãe de Sosuke trabalha, senhoras com espirito jovem e que o menino. e até sua própria mãe uma mulher corajosa e que enfrenta qualquer tipo de situação.


Eu me apaixonei pelo filme com certeza, quando terminar de assistir todos do Studio Ghibli poderei contar melhor sobre os filmes, quais foram os meus preferidos e porque devemos assisti-los além da animações famosas.

Rapinha:

{fonte}

Não podia terminar o post sem dizer sobre o novo e último filme Vidas ao Vento, que vai estrear nos cinemas aqui no Brasil no dia 28/02, o filme está sendo indicado ao Oscar de Melhor Animação.


O filme conta a historia do Jiro Horikoshi que mora no interior do Japão, sonha em voar em um avião no formato de um pássaro e quer tornar esse sonho em realidade, mas ele conhece uma moça Naoko no qual se apaixona, mas ele fica doente e não sabe se conseguirá realizar seu maior sonho.

Estou ansiosa para assistir o filme e quem dubla o Jiro Horikoshi na versão americana é Joseph Gordon-Levitt. Assistam o trailer do filme:


Espero que tenham gostado do post de hoje, me digam nos comentários se já assistiram esse filme ou outros do Studio Ghibli.
Beijos 🙂

Assista: Meu Passado Me Condena – O Filme


janeiro 05, 2014 – 28 Comentários

Eu aproveitei demais os dias que fiquei em casa e além de fazer o novo layout do blog eu aproveitei para ver alguns filmes muitos deles nacionais, e hoje vim indicar o que eu mais gostei que foi o Meu Passado Me Condena, baseada na série do Multishow que por sinal eu adoro com o Fabio Porchat e Miá Melo.

Dados do Filme:


Título: Meu Passado Me Condena – O Filme
Diretor: Julia Rezende
Ano: 2013
Sinopse: Quando Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) se encontram, é amor à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se conhecerem e decidem viajar à Europa em um cruzeiro em lua de mel. Só que, durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também passam sua lua de mel. via Adoro Cinema.

Eu já havia assistido alguns episódios da série do Multishow e eu achava muito engraçada, mas vou falar do filme certo?
O filme já começa ótimo, com a música I Was Made For Youda dupla She & Him no casamento civil do casal, e logo após a cerimonia eles correm para pegar o navio para a viagem de lua de mel que tem como destino final é a Itália no qual Miá (o nome dos personagens são o nome dos atores que ficam mais fáceis para memorização), quer agradecer ao Santo Expedido pelo marido no qual ela conseguiu. Só que eles não imaginavam encontrar na viagem de lua de mel outro casal formado pelo ex-namorado de Miá e a antiga paixão platônica da escola de Fábio a viagem vira uma loucura, cheia de memórias e aventuras dos personagens principais, envolvendo até mesmo os funcionários do cruzeiro contribuísse para confusões no relacionamento do casal.
Um filme moderno uma comédia romântica brasileira que vale super apena gver, em falar em cinema nacional para mim o ano de 2013 foi dos humoristas Fábio Porchat e Paulo Gustavo que tem programas fantásticos no canal e estrearam filmes ótimos de humor tirando aquela cara que o cinema brasileiro só é sexo. O filme tem falas engraçadas que tiram da gente boas risadas, e enrendo que prende a gente, e o Meu Passado Me Condena o roteiro é feito por nada mais nada menos que a Tati Bernardi.

Eu me identifiquei demais com a personagem Miá que já teve ou tem uma vida a dois vai entender, bem como é o Fábio é muito natural em sua interpretação e no seu humor fazendo ficar um filme leve e divertido.

Super recomendo vocês além de verem o filme mas infelizmente já saiu de cartaz mas a série que passada as Quartas-feiras as 23:00 (e tem diversos horários e dias alternativos no canal).

Vocês assistiram o filme ou acompanham a série no canal? Me digam nos comentários tentarei contar mais sobre filmes por aqui.
Beijos :*

Fotos: Google Image


Páginas1234567
Me segue no Instagram: @nemrocknemroll

Publicidade


Nem Rock Nem Roll • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por