Resenha: A Culpa é Das Estrelas


julho 02, 2013 – 0 Comentários

Olá gente, depois de uma semana terminei de ler ontem o livro “A Culpa é das Estrelas” do John Green, eu tinha lido uma resenha do livro e vi bastante comentários positivos sobre o livro em blogs e na internet que me deixaram curiosa de ler, apesar de não ser uma “expert” no assunto e nem costumar ler tanto assim (que feio Cinthya), eu vim contar um pouco mais dessa experiência do livro que ganhei de aniversário de uma amiga do trabalho.

Dados do Livro:

★ Título: A Culpa é das Estrelas
★ Autor: John Green
★ Páginas: 288
★ Editora: Intrínseca
★ Ano de Publicação: 2012

A Culpa é das Estrelas é o último livro publicação autor John Green, e o sexto de sua carreira, que conta a história de Hazel Grace uma adolescente de 16 anos, que luta contra um câncer de pulmão que tem estado estabilizado graças ao remédio que toma a três anos e vive uma vida monótona, e cuidada pelos seus pais. Em certo dia no Grupo de Apoio de Crianças e Jovens com Câncer no qual costumava frequentar ela conhece o Augustus Waters de 17 anos que tem uma doença dos ossos chamada osteossarcoma.

O encontro mudou a vida dos dois, Augusts fica encantado por Hazel, num é uma história melosa de um casal adolescente com uma doença grave, são dois jovens que encaram de forma bem madura a doença. No livro mostra diálogos entre os dois personagens envolventes, mostra a afinidade instantânea do cara sexy que Hazel descreve. A obra é uma ficção que é voltada para o público jovem, aposto que muito adulto vai gostar muito.

A torre da Hierarquia das Necessidades de Maslow, me lembrei das minhas aulas de Psicologia do Consumidor do segundo ano da faculdade.

Trecho: ” Mas eu acredito em amor verdadeiro, sabe? Não acho que todo mundo que todo mundo possa continuar tendo dois olhos nem que possa evitar ficar doente, e tal, mas todo mundo deveria ter um amor verdadeiro, que deveria durar pelo menos até o fim da vida da pessoa.


A Culpa é das Estrelas superou minhas expectativas, como num sou acostumada de ler o me trouxe aquela sensação gostosa, de saber o que vai acontecer nas páginas seguintes, pois o enredo da história é bom me deixou presa do inicio ao fim, e fiquei com aquela sensação gostosa de término do livro. Me trouxe diversas reflexões, em relação a vida, pacientes com câncer e diversas outras doenças, famílias que passam por esse tipo de luta com filhos jovens. O livro me fez querer visitar Indianópolis e Amsterdã, ler Diário de Anne Frank e o livro fictício Uma Aflição Imperial, ouvir The Hectic Glow (isso já fiz rs).

Me apaixonei pela forma de escrever do John Green, me deixou com vontade de ler Quem é você, Alasca? e O Teorema de Katherine, que são seus livros traduzidos para português (espero que traduzam os outros três logo).


Vocês já leram ou tem vontade de ler esse livro? Me digam nos comentários.

Livro Depois dos Quinze


dezembro 27, 2012 – 0 Comentários


Comprei a algumas semanas o livro da blogueira mais famosa da internet Bruna Vieira e pra quem não sabe não sou muito fã de leitura, mas sempre quando fico sabendo de algum livro e me gera interesse eu sempre abro uma exceção. Como foi o caso desse então eu não poderia deixar de fora aqui do blog a minha opinião do livro Depois dos quinze – Quando tudo começou a mudar.

Dados do Livro:

Título: Depois dos Quinze – Quando Tudo Começou a Mudar
Autor: Bruna Vieira
Páginas: 200
Editora: Gutenberg
Ano de Publicação: 2012

Desde quando comecei a acompanhar o trabalho da Bruna no início de 2011, sempre os textos escritos por ela me chamaram muita atenção. E o primeiro livro dela é um resgate a todos os textos já publicados em seu blog.
Eu simplesmente amei ler novamente alguns textos, e é impressionante como muitos deles, descreve pensamentos com o qual eu me identifico, ou eu já passei por algum momento por aquilo, e até mesmo fez parte do fruto da minha imaginação. Destaque para os textos:Um texto pra você”, “O cara dos meus sonhos”, “Se ele não mudar”, “O carinha de sempre”, “Separados”, “Eu te amo Enter”, “Coisas que ele já deveria saber”.
Outros textos os mais pessoais me fez imaginar a Bruna passando por tudo aquilo como a sua primeira semana em São Paulo, a infância, ela imaginando a vida das pessoas pela janela do ônibus e o que eu simplesmente achei mágico um que ela conta sua viagem à Paris com a sua amiga Ana Paula que tinha planos de vir morar em São Paulo com ela, naquele momento eu fiquei feliz por ler e ver um sonho ter virado realidade. Destaque para os textos: “Meu primeiro mês em São Paulo”, “Pensamentos de taxímetro”, “Carta pra depois”, “Da janela do ônibus”, “Caixa de entrada”, “A roteirista”, “Um breve balanço”, “Tudo aquilo que aprendi antes dos 18”, “Promessas de Feveireiro”, “Férias na praia”, “Sintonia e amizade”, “Caixa Postal”.
Dou destaque total ao último texto do livro “Vértices do Amor”, ele seria uma pequena deixa do que podemos esperar do próximo livro (será publicado dois livros um guia de estilo e um romance). Admiro muito o trabalho da Bruna e como fã, sei que posso esperar um grande livro.

No fim do livro a Bruna faz uma sugestões de músicas para ouvir enquanto lê o livro, e na página ao lado (como na foto) há um QR Code que direciona ao site da editora que tem conteúdo exclusivo, sobre a Bruna  sinopse do livro, vídeos do blog e três textos exclusivos.

Bom é isso gente para quem leu comenta aqui e diz o que achou sobre o livro, e para quem ainda não leu diz o que achou nos comentários :).


Páginas123
Me segue no Instagram: @nemrocknemroll

Publicidade


Nem Rock Nem Roll • todos os direitos reservados © 2017 • powered by WordPress • Desenvolvido por Responsivo por